- Belung Magazine
Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao usar este site, você concorda com o uso deles. OK, eu concordo Mais informações

Sarcoidose: um enigma por desvendar

'Qual é a causa? Como pode ser curada?'

Apesar da sarcoidose ter sido descrita pela primeira vez em 1877, até à data pouco se sabe sobre a doença. Qual é a causa? Como pode ser curada? E por que motivo a doença desaparece simplesmente em alguns doentes e torna-se numa doença crónica incurável noutros? Há muitas incógnitas em torno da sarcoidose que ainda têm de ser desvendadas.

A sarcoidose é uma doença inflamatória rara em que há formação de nódulos anormais, chamados granulomas, em diferentes órgãos. Basicamente, o sistema imunitário ataca os próprios órgãos do doente, por exemplo os pulmões, o coração, a pele, o sistema nervoso central e os olhos. Dado a doença poder afectar tantos órgãos diferentes, os sintomas variam desde fadiga, falta de ar e febre até dores nas articulações e visão turva. Além disso, alguns doentes não apresentam nenhum sintoma externo, enquanto noutros a sarcoidose surge de forma súbita e grave e desaparece num curto espaço de tempo. 

4606-boehr-sarcoidosis_pt.png

Na maioria dos doentes, a sarcoidose ocorre entre os vinte e os quarenta anos de idade e o diagnóstico é mais frequente nas mulheres do que nos homens. Normalmente, o diagnóstico é efectuado após um exame físico e alguns testes, incluindo uma radiografia torácica, testes da função pulmonar e biópsia.

Apesar dos vários testes de diagnóstico a que os doentes têm de ser submetidos, não existe uma cura conhecida para a sarcoidose. No entanto, quando um doente apresenta sintomas ligeiros, o tratamento poderá não ser necessário. Se houver indicação de tratamento, os corticosteróides constituem a principal terapêutica, pois reduzem a inflamação. Outros medicamentos suprimem o sistema imunitário. É interessante notar que na maioria dos casos a sarcoidose é autolimitada, sendo que a doença desaparece, por vezes sem nenhum tratamento.

'Espero ajudar os investigadores do Hospital Universitário de Leuven num ensaio da sarcoidose.'

Alguns doentes têm uma forma única de lidar com a sarcoidose, como é o caso desta corajosa mulher Belga. Em vez de deitar a toalha ao chão, decidiu obter uma licenciatura em Biologia. "Espero ajudar os investigadores do Hospital Universitário de Leuven num ensaio de sarcoidose", explica ela. "Contudo, é difícil arranjar financiamento." Sabia que ela lançou uma acção de crowdfunding para angariar fundos de modo a pagar o seu próprio salário? Em última instância, ela não acredita que conseguirá curar a doença. "Sou bastante realista acerca disto. A sarcoidose já foi descoberta no século XIX, muita investigação foi feita desde então, pelo que não acredito que venha a surgir miraculosamente uma solução. No entanto, cada passo em frente é um passo na direcção certa."


disclaimer
PM/OFE-181091_mar2018