- Belung Magazine
Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao usar este site, você concorda com o uso deles. OK, eu concordo Mais informações

Proteger os trabalhadores rodoviários contra os danos pulmonares causados pelos vapores do asfalto

Sabia que alguns trabalhos podem colocá-lo em maior risco de desenvolver doenças pulmonares? Os operadores de pavimentadoras de asfalto são um exemplo disso. Um estudo realizado junto de trabalhadores de uma grande empresa de construção rodoviária na Noruega constatou que a função pulmonar dos operadores de pavimentadoras de asfalto se deteriorou a cada ano. Esta constatação exige a criação de melhores soluções para prevenir a exposição aos vapores do asfalto.

Todos nós já assistimos a trabalhadores de manutenção de estradas e operadores de pavimentadoras de asfalto a trabalharem. Poderá pensar que a exposição a vapores de asfalto no trabalho pode ter um efeito negativo na função pulmonar. E com toda a razão: demonstrou-se que a exposição à névoa de óleo nos vapores do asfalto excede o limite de exposição ocupacional escandinavo em algumas ocasiões. A névoa de óleo pode até causar fibrose pulmonar! Por conseguinte, Bente Ulvestad e os seus colegas investigaram o declínio da função pulmonar num grupo de operadores de pavimentadoras de asfalto e compararam-no com um grupo de referência de trabalhadores rodoviários. Investigaram ainda os possíveis sinais de doença pulmonar.

roadworker_visual_belung.jpg

Este estudo realizado na Noruega incluiu 75 operadores de pavimentadoras de asfalto e 71 trabalhadores de manutenção de estradas. Os trabalhadores de manutenção de estradas foram incluídos como grupo de referência. Ambos os grupos foram seguidos durante cinco anos com questionários e medições anuais da função pulmonar. Os investigadores estudaram separadamente os aplicadores de betonilha, já que são o grupo mais exposto ao caminharem por trás da pavimentadora sem a protecção da cabina.

Os investigadores verificaram que a função pulmonar dos operadores de pavimentadoras de asfalto sofreu um declínio mais rápido do que a função pulmonar do grupo de referência de trabalhadores de manutenção de estradas. Os aplicadores de betonilha apresentaram um declínio ainda maior em comparação com os operadores de pavimentadoras de asfalto. Em três aplicadores de betonilha foram detectados sinais associados a doença pulmonar intersticial. Contudo, estes tinham sido expostos a quartzo em trabalhos anteriores, o que poderá estar na origem desses sinais. Bente Ulvestad e os seus colegas afirmam que a deterioração da função pulmonar que verificaram nos operadores de pavimentadoras de asfalto pode ser causada pela exposição aos vapores do asfalto. Estas constatações exigem a criação de melhores soluções tecnológicas para prevenir a exposição neste grupo de trabalhadores rodoviários.

Bibliografia:
Ulvestad B, Randem BG, et al. Lung function in asphalt pavers: a longitudinal study. Int Arch Occup Environ Health. 2017;90:63-71


disclaimer
PM/OFE-181091_mar2018